Estudos científicos explicam traição e infidelidade

traição e infidelidade

Até podemos pensar que a traição simplesmente acontece, o que em alguns casos não deixa de ser verdade, a oportunidade surge e não há nada que se possa fazer! Mas já há estudos que comprovam que a traição existe derivada de outros factores.

Os factores que levam à traição:

  • A voz do Homem:Segundo o estudo norte-americano os homens que têm a voz mais grossa, traem mais. O mesmo estudo revela ainda que o sexo feminino se sente extremamente atraídas por homens com vozes grossas.
  • Questões Biológica:Mediante um estudo apresentado pelo Journal of Experimental Psychology, um dos factores para a traição tem a ver com níveis altos de testosterona, cortisol, e o nível hormonal do stress. Claro que os valores denotam-se mais acentuados nos homens do que nas mulheres, mas isso não impede que a mulher também pratique a traição num relacionamento amoroso estável!
  • Género Sexual:São vários os estudos científicos que já comprovaram que o facto de pertencerem ao sexo masculino a propensão para a traição é maior. A razão? Os homens têm menos controlo nas suas necessidades, desejos e impulsos sexuais, as mulheres nesse aspecto são muito mais controladas (algumas pelo menos)!
  • Situação Financeira:Se num relacionamento amoroso, a homem auferir menos que a mulher, este terá mais necessidade e a probabilidade será maior a de traição. Conformo a conclusão apresentada pela Universidade de Connecticut, a igualdade salarial é uma questão fundamental para o bem-estar de uma relação amorosa. O facto de estar dependente de alguém não é uma sensação agradável para ninguém!
  • Gene de traição:Pode parecer algo inventado, mas está cientificamente evidenciado pela Universidade de Queensland, que há mulheres que têm esse gene, mais especificamente têm o gene receptor da hormona vasopressina, isto quer dizer que a mulher terá mais orientação para a traição do seu parceiro sexual. Explicação Cientifica – a hormona da vasopressina afecta os comportamentos sociais das pessoas, como tal da mulher, no caso apresentado trata-se da criação de empatia, da confiança e da química sexual. Prontamente, podemos deduzir que na faceta biológica, as mulheres são muito mais propensas a trair do que os homens.
  • Ordenado:A questão financeira já foi revista acima, mas ainda há outro problema, os homens que têm uma ordenado superior ao da mulher, também têm maior inclinação para trair a sua parceira sexual, tudo porque há consciência de que elas dependem deles para sobreviver, ou seja há co- dependência, e isso fará o homem procura alguém que contribua para mais para o relacionamento em termos financeiros. Apesar de alguns homens preferirem auferir mais do que as mulheres, mas mesmo assim preferem não ter ninguém dependente de si, tirando os filhos e/ou outros familiares (claro!).

A traição irá sempre acontecer, não interessa os estudos científicos e explicações, mas claro que assim poderão ter consciência do que poderá ou não ajudar. Claro que ninguém pode ter o gosto de uma traição momentânea, principalmente quando se está no calor da emoção e sentimos o nosso corpo a soltar endorfinas, é uma sensação absolutamente fantástica!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *